Tag Archives: reportagem

Jornalista da Renascença distinguida pela Assembleia da República por reportagem sobre o Autismo

É uma menção honrosa da Assembleia da República atribuída à Jornalista da Renascença Liliana Carona pela realização de uma reportagem sobre o autismo.

“Autismo. A música ajuda-os a sair da concha” é o nome da reportagem premiada e foi emitida a 19 de abril de 2017.

os_bueanimados_grupo_musical_de_jovens_autistas7819d483_base

Nela fala-se do projeto Buéanimados, uma iniciativa da Associação Portuguesa para as Perturbações do desenvolvimento e Autismo (APPDA), associação criada em Viseu pela mão de uma mãe que quis dar resposta a uma lacuna existente no apoio a crianças e adultos autistas.

Neste projeto musical na cidade de Viseu participam 20 jovens adultos com autismo que encontram na música uma importante plataforma de desenvolvimento cognitivo e sensorial.

A menção honrosa foi atribuída no âmbito do Projeto Dignitas, da Associação portuguesa de Deficientes. Um prémio que tem como objetivo distinguir os melhores trabalhos publicados ou difundidos nos órgãos de comunicação social portugueses, subordinados ao tema da deficiência e que promova, a dignidade das pessoas com deficiência, os seus direitos humanos e inclusão social.

A reportagem da Jornalista da Renascença Liliana Carona pode ser ouvida aqui.

Mais informações em www.rr.sapo.pt

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

UNESCO atribui menção honrosa a reportagem da Renascença

imagem refugiadosA Comissão Nacional da UNESCO, através da Secretaria Geral da Presidência do Conselho de Ministros, atribuiu à reportagem “Encalhados no Quintal da Europa” da jornalista Catarina Santos, da Renascença, uma menção honrosa no Prémio de Jornalismo Direitos Humanos & Integração, na categoria Rádio.

“Encalhados no Quinta da Europa” é um trabalho assinado pela jornalista Catarina Santos, enviada à Grécia em 2016 para reportar a situação de migrantes e refugiados retidos na ilha de Lesbos e em Atenas, depois da entrada em vigor do acordo da União Europeia com a Turquia, que determinava a deportação de migrantes.

Conta ainda com o trabalho gráfico e de pós-produção de Rodrigo Machado, coordenação de Maria João Cunha e Pedro Rios, desenvolvimento de Tânia Barreira e produção web de Luís Alves.

A reportagem “Encalhados no Quintal da Europa” já tinha sido distinguida, em junho, com o primeiro lugar da categoria rádio, do prémio europeu “Migration Media Award” e o ano passado, em novembro de 2016, ganhou os Prémios Obciber, da Universidade do Porto na categoria Reportagem Multimédia.

“Calar, nunca!”, da jornalista Ana Maria Ramos Aranha, da Antena 1, foi o vencedor na categoria Rádio.

 

Com as etiquetas , , , , , , , , , ,

Reportagem Renascença “A Sul da Sorte” vence Prémio Gazeta Multimédia

A Sul da Sorte - Imagem

Catarina Santos é a autora pela reportagem Renascença que ganhou o Prémio Gazeta Multimédia 2014, do Clube de Jornalistas.

O drama de milhares de migrantes que todos os dias tentam chegar à Europa é o tema central de “A Sul da Sorte”.

Em comunicado divulgado esta terça-feira, o júri escreve que “utilizando diversos registos e meios, Catarina Santos mostra, com rigor e grande sensibilidade, os vários lados de um problema que já ultrapassou as fronteiras de Itália”.

Os prémios Gazeta são o mais prestigiado galardão do jornalismo português.

Manuel Carvalho e Manuel Roberto (imprensa), Mário Galego (rádio), Pedro Coelho (televisão), António Cotrim (fotografia) e Vânia Maia (revelação) foram outros vencedores dos Prémios Gazeta 2014.

O júri do prémio é constituído por Eugénio Alves (Clube dos Jornalistas), Cesário Borga (Clube dos Jornalistas), Elizabete Caramelo (docente universitária), Fernando Cascais (docente universitário e CENJOR), Fernando Correia (jornalista e docente universitário), Jorge Leitão Ramos (crítico de cinema e televisão), José Rebelo (docente universitário) e Paulo Martins (docente universitário e Comissão da Carteira).

A reportagem – contada através de texto, vídeo, som e imagens, com grande sensibilidade, através do olhar de Catarina Santos – pode ser vista aqui.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Renascença vence prémio de excelência geral em ciberjornalismo

Renascenca_logoA Renascença venceu, pelo quarto ano consecutivo, a principal categoria dos prémios de ciberjornalismo do Observatório de Ciberjornalismo (Obciber) da Universidade do Porto.

O prémio de excelência geral em ciberjornalismo foi atribuído ao site da Renascença.

Além da excelência geral, a Renascença  venceu na categoria de reportagem multimédia com o trabalho “Uma quase-aldeia encravada entre gigantes de betão“, sobre a freguesia de Campanhã, no Porto, onde há casas sem saneamento e ruas sem iluminação pública. A reportagem foi elaborada pelos jornalistas Pedro Rios e Marília Freitas, com “web design” de Pedro Martins e “web development” de Pedro Rodrigues.

Outros trabalhos nomeados da Renascença foram, na categoria de reportagem multimédia, “Nenhuma Árvore Vale uma Vida“; na categoria de última hora, o trabalho desenvolvido no dia em que o “Papa Bento XVI resignou”, a 11 de Fevereiro; e na categoria de videojornalismo online, “O Meu Porto / A Minha Lisboa“.

Os prémios de ciberjornalismo visam reconhecer o que de melhor é produzido em Portugal na área do ciberjornalismo.

Segundo o Director Adjunto de Informação, Pedro Leal: “o prémio reconhece a aposta da Renascença na presença multiplataforma, premeia o excelente trabalho desenvolvido e o bom nível de integração já alcançado pela redacção no seu conjunto.”

Com as etiquetas , , , , , , ,
%d bloggers like this: