Tag Archives: #renascençav+

Renascença com maratona radiofónica rumo aos Jogos Paralímpicos 2016

Imagem Paralímpicos RR 2016

É uma verdadeira maratona radiofónica, na Renascença, para dar a conhecer os atletas nacionais que vão estar nos Jogos paralímpicos 2016, no Rio de Janeiro. Ao longo desta semana, vai ser possível conhecer na Renascença as histórias de alguns dos atletas que nos enchem de orgulho.

Jorge Pina, Lenine Cunha, Teresa Neves, Bruno Valentim, Inês Fernandes, Pedro da Clara, Luís Costa, Nuno Alves e David Grachat são alguns dos atletas que vão partilhar histórias, expectativas, dificuldades e muitas curiosidades, ao longo desta semana, nas várias plataformas da Renascença.

Sexta-feira, dia 28, vai ser possível ouvir na edição da noite da Bola Branca (às 22h30) uma entrevista com o Presidente do Comité Paralímpico de Portugal e, na madrugada de sexta para sábado, Carlos Bastos receberá como convidados os atletas Teresa Neves (Natação) e Lenine Cunha (Salto em Comprimento), numa madrugada onde haverá, certamente, muitas histórias para ouvir.

Em breve vai poder ver-se na Renascença V+ a reportagem feita por Joana Bougard sobre Bruno Valentim, Investigador da Universidade do Porto e Atleta Paralímpico desde 2004. Questões como a Igualdade e os Direitos de Inclusão são algumas das que serão abordadas neste trabalho.

As entrevistas já feitas, incluindo a do Atleta João Pina no programa da manhã da Renascença podem ser ouvidas, lidas e vistas aqui.

A excelência desportiva dos Atletas Paralímpicos Portugueses e o prestígio dos conteúdos Renascença juntos rumo ao Rio 2016.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Reportagem Renascença “A Sul da Sorte” vence Prémio Gazeta Multimédia

A Sul da Sorte - Imagem

Catarina Santos é a autora pela reportagem Renascença que ganhou o Prémio Gazeta Multimédia 2014, do Clube de Jornalistas.

O drama de milhares de migrantes que todos os dias tentam chegar à Europa é o tema central de “A Sul da Sorte”.

Em comunicado divulgado esta terça-feira, o júri escreve que “utilizando diversos registos e meios, Catarina Santos mostra, com rigor e grande sensibilidade, os vários lados de um problema que já ultrapassou as fronteiras de Itália”.

Os prémios Gazeta são o mais prestigiado galardão do jornalismo português.

Manuel Carvalho e Manuel Roberto (imprensa), Mário Galego (rádio), Pedro Coelho (televisão), António Cotrim (fotografia) e Vânia Maia (revelação) foram outros vencedores dos Prémios Gazeta 2014.

O júri do prémio é constituído por Eugénio Alves (Clube dos Jornalistas), Cesário Borga (Clube dos Jornalistas), Elizabete Caramelo (docente universitária), Fernando Cascais (docente universitário e CENJOR), Fernando Correia (jornalista e docente universitário), Jorge Leitão Ramos (crítico de cinema e televisão), José Rebelo (docente universitário) e Paulo Martins (docente universitário e Comissão da Carteira).

A reportagem – contada através de texto, vídeo, som e imagens, com grande sensibilidade, através do olhar de Catarina Santos – pode ser vista aqui.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d bloggers like this: