Tag Archives: Qualidade

Renascença é a rádio em que os Portugueses mais confiam

RR marca confiança.jpg

A renascença é Marca de Confiança 2018. É a rádio em que os Portugueses mais confiam, de acordo com as Seleções do Reader’s Digest, através de um inquérito enviado aos seus assinantes.

O selo marca de confiança foi o primeiro do género realizado em Portugal e tem conquistado, nos últimos 18 anos, um lugar de destaque com marcas vencedoras a usarem o selo como símbolo de reconhecimento e qualidade.

O estudo tem por base um conjunto de indicadores que determinam que uma Marca de Confiança “é uma marca fiável, eficaz, com uma justa relação de valor, que transmite segurança e está nas preferências do consumidor, sendo-lhe familiar”, como refere Maria do Carmo Diniz, responsável, pelo estudo Marcas de Confiança.

As questões enviadas aos leitores ( mais de 12 mil assinantes) são de resposta aberta e imediata e não existe qualquer tipo de inscrição, pelo que as marcas apenas figuram no estudo se forem referidas pelos participantes do mesmo.

É requerida a valorização de 3 atributos numa escala de 1 a 5 – Qualidade, Relação Custo/benefício e Perceção das necessidades do cliente. Em todos os atributos a renascença alcançou um resultado acima de 4, o que a coloca num patamar de excelência para os consumidores.

Para Pedro Leal, Diretor-Geral de Produção da Renascença: “Esta distinção é muito especial para todo o canal. Não distingue um programa, uma reportagem, uma notícia, distingue o que é mais permanente: o trabalho continuado e consistente de toda a equipa, no respeito pela verdade e pela proximidade com quem connosco contacta, na rádio e no digital”.

O estudo foi realizado entre  18 de setembro e 30 de Novembro de 2017. A margem de erro é de 2,9% e a amostra é ponderada nas variáveis género e idade de acordo com o último census.

Com as etiquetas , , , , , , , , , ,

Renascença eleita Marca de Confiança 2017

A Renascença foi votada, pela primeira vez, como Marca de Confiança. A Renascença é assim eleita como a rádio na qual os portugueses mais confiam (26%), de acordo com o estudo apresentado pela revista das Selecções do Reader’s Digest. Este resultado assinala um crescimento significativo face ao registado em anos anteriores.

Tendo por base um conjunto de indicadores, este estudo determina que uma Marca de Confiança é, portanto, uma Marca fiável, eficaz, com uma justa relação de valor, que transmite segurança e está nas preferências do consumidor (que lhe é familiar).

De forma transparente, justa e direta, sem candidaturas ou inscrições, análises prévias, exclusões ou quaisquer outras condicionantes, é eleita Marca de Confiança aquela que soma o maior número de votos na respetiva categoria, de acordo com o seguinte modelo de inquérito: pergunta aberta – “A minha Marca de maior Confiança na categoria de Estações de rádio é…” –  e questionário misto (online e postal) dirigido aos assinantes das Selecções do Reader’s Digest.

Também é requerida a valorização de 3 atributos numa escala de 1 a 5 – Qualidade, relação custo/benefício e perceção das necessidades do cliente. Em todos eles a Renascença alcança um resultado acima de 4, o que a coloca num patamar de excelência para os consumidores.

Maria do Carmo Diniz, Responsável pelo estudo Marcas de Confiança refere: “A confiança traduz, antes de mais, um sentimento de segurança. Essa é, claramente, a primeira  conclusão destes 17 anos de estudo Marcas de Confiança, qualquer que seja a vertente que analisemos. Ela resulta de um processo de familiaridade que se vai consolidando e estreitando à medida que vamos constatando que o objeto da nossa confiança nos não desilude “.

Para Pedro Leal, Diretor-Geral de Produção da Renascença: “Há algo de inexplicável na confiança: não acontece, vai acontecendo; não se determina, vai-se pressentindo; está para lá da distância – longe ou perto – confia-se. É com esta certeza que percebemos que este é um prémio que se começou a construir há muitos anos e que gostaríamos que o seu espírito perdurasse por muitos mais. É uma homenagem a todos os que trabalharam e trabalham hoje na Renascença e um sinal de que estamos a cumprir a nossa principal missão: presentes e a par com o mundo. Recebemos este prémio com a consciência de que a confiança, tal como a credibilidade, é um valor determinante para um órgão de comunicação social.”

O estudo foi realizado entre 15 de setembro e 30 de novembro de 2016. A margem de erro é de 2,9% e a amostra é ponderada nas variáveis género e idade.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Reportagem Renascença “A Sul da Sorte” vence Prémio Gazeta Multimédia

A Sul da Sorte - Imagem

Catarina Santos é a autora pela reportagem Renascença que ganhou o Prémio Gazeta Multimédia 2014, do Clube de Jornalistas.

O drama de milhares de migrantes que todos os dias tentam chegar à Europa é o tema central de “A Sul da Sorte”.

Em comunicado divulgado esta terça-feira, o júri escreve que “utilizando diversos registos e meios, Catarina Santos mostra, com rigor e grande sensibilidade, os vários lados de um problema que já ultrapassou as fronteiras de Itália”.

Os prémios Gazeta são o mais prestigiado galardão do jornalismo português.

Manuel Carvalho e Manuel Roberto (imprensa), Mário Galego (rádio), Pedro Coelho (televisão), António Cotrim (fotografia) e Vânia Maia (revelação) foram outros vencedores dos Prémios Gazeta 2014.

O júri do prémio é constituído por Eugénio Alves (Clube dos Jornalistas), Cesário Borga (Clube dos Jornalistas), Elizabete Caramelo (docente universitária), Fernando Cascais (docente universitário e CENJOR), Fernando Correia (jornalista e docente universitário), Jorge Leitão Ramos (crítico de cinema e televisão), José Rebelo (docente universitário) e Paulo Martins (docente universitário e Comissão da Carteira).

A reportagem – contada através de texto, vídeo, som e imagens, com grande sensibilidade, através do olhar de Catarina Santos – pode ser vista aqui.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d bloggers like this: