Tag Archives: multimédia

RENASCENÇA, RFM, MEGA HITS E RÁDIO SIM DE PORTAS ABERTAS A TODOS OPEN DAY – 8 FEVEREIRO

OpendayA Rádio é de quem a ouve e por isso o Grupo Renascença Multimédia volta a fazer jus a esta máxima e vai abrir uma vez mais portas a todos, no dia 8 de fevereiro, como forma de celebrar o dia mundial da Rádio, que acontece no dia 13 de Fevereiro.

Assim Renascença, RFM, Mega Hits e Rádio SIM  estarão de portas abertas aos seus ouvintes e ao público em geral no dia 8 de Fevereiro, entre as 07h00 e as 20h00, e os ouvintes vão poder entrar nos estúdios, conhecer os animadores, os jornalistas, assistir, entre outros, aos concertos de Amor Electro, Anjos e uma homenagem ao Professor Moniz Pereira com vários fadistas.

Como o mote deste ano lançado pela Unesco para o dia Mundial da Rádio é “A Rádio e o Desporto”, aproveitando as excelentes potencialidades das suas instalações na Quinta do Bom Pastor, o Grupo Renascença Multimédia vai promover sessões de Fitness numa parceria com a Manz e sessões de Gaming em parceria com a Playstation.

Ao longo do dia as quatro rádios do Grupo vão proporcionar diferentes experiências:

A RENASCENÇA vai receber os Amor Electro no Auditório às 16h, enquanto o estúdio estará repleto de convidados tão especiais como Diogo Piçarra, Ribeiro Cristóvão e Pedro Azevedo, Camané, Raquel Tavares, Miguel Gameiro, Tiago Bettencourt, José Cid, Diana Chaves, Júlio Isidro, Inês Henriques (campeã mundial de marcha) e Filipe Albuquerque (piloto de automóveis).

A RFM terá em estúdio uma bola gigante que será assinada por todos os animadores e que será depois entregue à Seleção Nacional em jeito de boa sorte para o Mundial da Rússia. O café da Manhã com Pedro Fernandes, Mariana Alvim, Nilton e António Raminhos vai receber ainda uma Equipa de rugby  sénior. Os Anjos vão dar um concerto no Auditório RFM ao fim da tarde (depois das 19h) e ao longo do dia passarão pelo estúdio da RFM Diogo Piçarra, Fernando Daniel, Virgul e Ella Nor.

A MEGA HITS estará a oferecer ao longo do dia bilhetes para os festivais de verão a quem aceitar e vencer os desafios de Hula Hoop, Prancha e Toques na bola que estarão a decorrer no seu estúdio. Ao longo do dia serão ainda convidados David Chan, João Kopke, Gonçalo Cabral, Ivo Lucas, Domi, Luís Freitas-Lobo, Fábio Krze, April Ivy, Virgul, Diogo Piçarra, entre outros.

A Rádio SIM vai começar o dia com dois dos grandes nomes de sempre dos relatos de futebol Ribeiro Cristóvão e David Borges. A Rádio SIM contará também com três glórias do Futebol Nacional: Augusto Inácio, Álvaro Magalhães e Jorge Andrade. No seu auditório terá uma homenagem ao Professor Moniz Pereira (11h30) com a presença de Fernando Mamede e  vários fadistas convidados: José da Câmara, António Pinto Basto e Joana Amendoeira. Ao longo do dia serão convidados também Maria Armanda, Maria Amélia Canossa e António Manuel Ribeiro, três artistas com grande ligação aos seus respetivos clubes. O dia termina com à conversa com Jorge Fernando.

Estão todos convidados para a grande festa do Dia Mundial da Rádio, este ano com uma homenagem especial ao desporto na Rádio, cheia de atividades e histórias inspiradoras que desafiam os estereótipos no desporto.

Inspire-se pois na magia da Rádio e apareça dia 8 de Fevereiro!

Open Day – Grupo Renascença Multimédia

8 Fevereiro (5ªfeira)

Das 07h00 às 20h00

SEJA BEM VINDO

Quinta do Bom Pastor, Estrada da Buraca 8-12, 1549-025 Lisboa (Acesso pela Rua da Buraca)

Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Jornalista da Renascença Catarina Santos vence Prémio Gazeta Multimédia

20anos sao 2dias

20 anos são 2 dias

É a primeira vez que um jornalista vence pelo segundo ano consecutivo um prémio Gazeta.

A jornalista da Renascença Catarina Santos venceu o Prémio Gazeta Multimédia, pela segunda vez. O júri premiou a reportagem “20 anos são dois dias”, feita na Bósnia, 20 anos depois do massacre de Srebrenica.

É a primeira vez que um jornalista vence pelo segundo ano consecutivo um prémio Gazeta, os mais prestigiados galardões do jornalismo português. Catarina Santos já tinha conquistado o Gazeta Multimédia 2014, com a reportagem “A sul da sorte”.

“Com recurso a texto, vídeo, fotografia e elementos gráficos”, escreve o júri, “Catarina Santos revisita a Bósnia e Herzegovina, 20 anos depois do fim da guerra, procurando entender, e descrever, até que ponto as feridas abertas pelo conflito foram sarando, e se a miragem de uma possível integração na União Europeia contribui ou não para o desenvolvimento efetivo do país.”

Tagged , , , , , , , ,

Renascença faz Radiografia 2015 – Um ano de contrastes pela 1ª vez em votação em rr.sapo.pt

radiografia_201574804c25 (1)

As personalidades e os acontecimentos do ano: já está disponível em rr.sapo.pt a Radiografia 2015, um balanço da Renascença do ano que agora termina, onde se pode consultar e votar num conjunto de acontecimentos e personalidades que marcaram o ano, em Portugal e no mundo.

Este ano, pela primeira vez, a Renascença faz o balanço do ano com ouvintes e cibernautas, de modo a encontrar a personalidade e o acontecimento do ano, quer no plano nacional, quer internacional

A Radiografia 2015 inclui ainda 2 vídeos onde se faz uma retrospetiva do ano, em Portugal e no mundo, num trabalho da redação multimédia da Renascença.

A escolha da personalidade e do acontecimento mais relevante de 2015 pode ser feita no site da Renascença até dia 28 de Dezembro.

Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Reportagem Renascença “A Sul da Sorte” vence Prémio Gazeta Multimédia

A Sul da Sorte - Imagem

Catarina Santos é a autora pela reportagem Renascença que ganhou o Prémio Gazeta Multimédia 2014, do Clube de Jornalistas.

O drama de milhares de migrantes que todos os dias tentam chegar à Europa é o tema central de “A Sul da Sorte”.

Em comunicado divulgado esta terça-feira, o júri escreve que “utilizando diversos registos e meios, Catarina Santos mostra, com rigor e grande sensibilidade, os vários lados de um problema que já ultrapassou as fronteiras de Itália”.

Os prémios Gazeta são o mais prestigiado galardão do jornalismo português.

Manuel Carvalho e Manuel Roberto (imprensa), Mário Galego (rádio), Pedro Coelho (televisão), António Cotrim (fotografia) e Vânia Maia (revelação) foram outros vencedores dos Prémios Gazeta 2014.

O júri do prémio é constituído por Eugénio Alves (Clube dos Jornalistas), Cesário Borga (Clube dos Jornalistas), Elizabete Caramelo (docente universitária), Fernando Cascais (docente universitário e CENJOR), Fernando Correia (jornalista e docente universitário), Jorge Leitão Ramos (crítico de cinema e televisão), José Rebelo (docente universitário) e Paulo Martins (docente universitário e Comissão da Carteira).

A reportagem – contada através de texto, vídeo, som e imagens, com grande sensibilidade, através do olhar de Catarina Santos – pode ser vista aqui.

Tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Renascença estreia webdocumentário inovador sobre emigração

A Grande Debandada“A Grande Debandada” é a primeira de uma série de cinco grandes reportagens que olham o Portugal sob intervenção da troika. Disponível a partir de 3 de Abril, no link http://rr.sapo.pt/a-grande-debandada/.

É mobile, adaptive, interactivo e dinâmico. Numa só página, visível a partir do computador ou do tablet, um webdocumentário vídeo, que integra, de forma intuitiva, toda uma visão complementar.

O utilizador é convidado, à medida que visualiza o documentário vídeo, a consultar outros documentos, imagens, sons, infografias e elementos multimédia que complementam a reportagem. É uma fórmula, desenvolvida pela Renascença, que coloca o utilizador no centro, permitindo-lhe optar, a qualquer momento, pela consulta de toda a informação de que necessita para melhor compreender e interpretar o conteúdo principal, ao qual pode regressar sempre que assim o desejar.

Este webdocumentário procura tirar o maior partido das tecnologias HTML5, uma linguagem que tem permitido desenvolver novas funcionalidades semânticas e de acessibilidade, privilegiando conteúdos multimédia, e CSS3, a mais actualizada versão das folhas de estilo web, que traz consigo grande potencial em todos os aspectos do design de layout. As grandes inovações residem, sem dúvida, na interacção que se propõe entre o utilizador e o conteúdo e na possibilidade de consultar este trabalho a partir de dispositivos móveis como os tablets.

Emigração. Herança da austeridade ou desígnio nacional?

“A Grande Debandada” é, por isso, uma experiência multimédia única, sobre o tema que preocupa Portugal e que não deixa de afectar, mais ou menos directamente, cada um dos portugueses: a emigração. É o contributo da Renascença para uma perspectiva histórica da emigração portuguesa, desde o grande êxodo dos anos sessenta até aos dias de hoje.

Aqui mostramos como era um “passaporte de emigrante”, traçamos as rotas dos “saltos” no período da emigração clandestina, mostramos as cartas enviadas pelos emigrantes às famílias que ficavam em Portugal. Mas também ouvimos os que hoje emigram e percebemos como procuram combater a distância que os afasta do país e da família. Frente a frente colocamos os dois períodos de maior emigração na história recente de Portugal.

Como era vivida no passado a separação familiar e o afastamento, e como o é hoje em dia? O que pensam os que foram na altura dos que partem agora do país? E o que pensam os emigrantes do presente daqueles que arriscaram sair de Portugal no passado?

“Os Anos da Troika”

Desde a chegada da troika, vivemos três anos duros. De sacrifícios e de partida. E como fica Portugal depois da intervenção? Como se sente hoje o país? A emigração deve ser vista como herança da austeridade ou como desígnio de um país grande demais para as suas fronteiras? São algumas das perguntas da Renascença sobre o Portugal pós-troika. Esta é a primeira grande reportagem do conjunto de cinco trabalhos a que chamamos “Os Anos da Troika”.

Compreendemos que Portugal viveu três anos austeros, difíceis, definidores, que ficam para a história. Mas que ainda são presente. Por isso, a Renascença não quis deixar de contribuir com olhares particulares sobre questões socialmente marcantes e que merecem reflexão. As reportagens serão publicadas até meados de Maio, altura em que se conclui o programa de ajustamento financeiro.

Multimédia da Renascença continua a inovar

O webdocumentário que estreia amanhã é mais um contributo da Renascença para o Multimédia em Portugal. Mais um passo arriscado e inventivo num caminho que esta rádio tem sido pioneira a percorrer.

A Renascença foi a primeira rádio em Portugal – e uma das primeiras na Europa – a mostrar, com imagem, os seus programas de antena, por exemplo. Foi também a primeira a desenvolver uma webtv para um meio de comunicação “tradicional” e de âmbito nacional em Portugal. Aquilo que é hoje a Renascença V+ tem origem no ano de 2006, como vídeo online, quando ainda praticamente ninguém produzia conteúdos do género no país.

“A Grande Debandada” é uma reportagem assinada pelo jornalista João Santos Duarte, com motion design de Rodrigo Machado. Desenvolvida na íntegra, internamente, por Luís Alves (webdesign) e Tânia Barreira (webdevelopment).

 

Material para uso editorial

Trailer:

http://vmais.rr.sapo.pt/default.aspx?fil=653693

Teasers:

Pode a partida ser a única forma de não deixar uma família para trás?

http://vmais.rr.sapo.pt/default.aspx?fil=651990 

Pode um salto para o desconhecido ser a única esperança para uma nova vida?

http://vmais.rr.sapo.pt/default.aspx?fil=651367

 

Tagged , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d bloggers like this: