Tag Archives: Excelência

RFM NOVAMENTE PREMIADA! – PRÉMIO DE SUSTENTABILIDADE REPUTACIONAL

Prémio de Sustentabilidade Reputacional

A RFM recebeu, ontem à noite, o prémio de sustentabilidade reputacional, apenas entregue a marcas que ao longo dos últimos 10 anos registaram índices de excelência ou robustez de uma forma sustentada. 

A RFM destaca-se assim num estudo realizado pela OnStrategy, em parceria com a Corporate Excellence e a Brand Finance, num estudo que avalia dimensões tão distintas como a inovação, ambiente de trabalho ou responsabilidade social. 

O Global Repscore Pulse é elaborado anualmente pela Onstrategy, em parceria com a Corporate Excellence Foundation e pretende avaliar a reputação das marcas no mercado nacional. Para tal é realizado um estudo junto de mais de 40 000 pessoas, a partir do qual são apuradas as marcas que têm um índice de Excelência Reputacional (+80 pontos) ou Reputação Robusta (entre 60 e 70 pontos). Tendo a RFM obtido o índice B+ de  Reputação Robusta.

Destaque também para o meio Rádio que, em termos de reputação, se posiciona à frente de todos os meios de comunicação social.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Renascença eleita Marca de Confiança 2017

A Renascença foi votada, pela primeira vez, como Marca de Confiança. A Renascença é assim eleita como a rádio na qual os portugueses mais confiam (26%), de acordo com o estudo apresentado pela revista das Selecções do Reader’s Digest. Este resultado assinala um crescimento significativo face ao registado em anos anteriores.

Tendo por base um conjunto de indicadores, este estudo determina que uma Marca de Confiança é, portanto, uma Marca fiável, eficaz, com uma justa relação de valor, que transmite segurança e está nas preferências do consumidor (que lhe é familiar).

De forma transparente, justa e direta, sem candidaturas ou inscrições, análises prévias, exclusões ou quaisquer outras condicionantes, é eleita Marca de Confiança aquela que soma o maior número de votos na respetiva categoria, de acordo com o seguinte modelo de inquérito: pergunta aberta – “A minha Marca de maior Confiança na categoria de Estações de rádio é…” –  e questionário misto (online e postal) dirigido aos assinantes das Selecções do Reader’s Digest.

Também é requerida a valorização de 3 atributos numa escala de 1 a 5 – Qualidade, relação custo/benefício e perceção das necessidades do cliente. Em todos eles a Renascença alcança um resultado acima de 4, o que a coloca num patamar de excelência para os consumidores.

Maria do Carmo Diniz, Responsável pelo estudo Marcas de Confiança refere: “A confiança traduz, antes de mais, um sentimento de segurança. Essa é, claramente, a primeira  conclusão destes 17 anos de estudo Marcas de Confiança, qualquer que seja a vertente que analisemos. Ela resulta de um processo de familiaridade que se vai consolidando e estreitando à medida que vamos constatando que o objeto da nossa confiança nos não desilude “.

Para Pedro Leal, Diretor-Geral de Produção da Renascença: “Há algo de inexplicável na confiança: não acontece, vai acontecendo; não se determina, vai-se pressentindo; está para lá da distância – longe ou perto – confia-se. É com esta certeza que percebemos que este é um prémio que se começou a construir há muitos anos e que gostaríamos que o seu espírito perdurasse por muitos mais. É uma homenagem a todos os que trabalharam e trabalham hoje na Renascença e um sinal de que estamos a cumprir a nossa principal missão: presentes e a par com o mundo. Recebemos este prémio com a consciência de que a confiança, tal como a credibilidade, é um valor determinante para um órgão de comunicação social.”

O estudo foi realizado entre 15 de setembro e 30 de novembro de 2016. A margem de erro é de 2,9% e a amostra é ponderada nas variáveis género e idade.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Renascença conquista pela 5ª vez o prémio de Excelência em Ciberjornalismo

Imagem Site Renascença

A Renascença venceu, pela quinta vez, a principal categoria dos prémios de ciberjornalismo do Observatório de Ciberjornalismo (ObCiber) da Universidade do Porto.

O prémio de Excelência em Ciberjornalismo foi atribuído ao site da Renascença. Esta categoria procura premiar os sites que cumpram as suas funções editoriais, sirvam efetivamente a sua audiência, maximizem a exploração das caraterísticas da Web e representem os mais elevados standards jornalísticos.

No total, o site da Renascença conquistou três prémios na edição deste ano.

Além da Excelência em Ciberjornalismo, venceu em “Videojornalismo”. O júri elegeu a reportagem “O extraordinário mundo de Irina”, um trabalho dos jornalistas Pedro Mesquita e Marília Freitas, com grafismo de Rodrigo Machado.

Na mesma categoria, o público preferiu outra reportagem da Renascença, “Vida de Faroleiro”, dos jornalistas Raul Santos e Teresa Abecasis, com pós-produção de Ricardo Fortunato.

O site da Renascença arrecadou também o prémio para “Última Hora”, com o acompanhamento dos ataques contra o jornal francês “Charlie Hebdo”. O júri avaliou todos os conteúdos produzidos  – texto e multimédia – até 48 horas depois do ataque.

De  acordo com Pedro Leal, Diretor Adjunto de Informação e Responsável pela Área Multimédia do canal, “os prémios destacam o esforço da redacção em ter uma agenda própria nas várias plataformas onde está presente”.

Numa iniciativa do Observatório do Jornalismo, que acontece desde 2008, os Prémios ObCiber visam reconhecer o que de melhor é produzido em Portugal na área do Ciberjornalismo e contam com um júri diversificado de docentes universitários, especializados na área, vindos de todo o país e estrangeiro.

Com as etiquetas , , , , , , , ,
%d bloggers like this: