Tag Archives: Confiança

RECOMENDAÇÕES DA RENASCENÇA EM TEMPOS DE COVID-19

Em tempos de crise, a informação é vital e a Renascença uma referência credível e de confiança.

Neste período de crise sanitária, a Renascença tem feito todos os esforços para estar a par das necessidades dos Portugueses – o jornalismo, o humor e o entretenimento não estão de quarentena.

O trabalho de todos reflete-se nas principais plataformas: lidera o grupo de rádios de pendor jornalístico e, no digital, a Renascença acaba de alcançar o valor máximo de cerca de 2 milhões de visitas ao seu site, o que a coloca no primeiro lugar das rádios do estudo, no Ranking NetAudience (Março 2020).

A Renascença mantém-se, assim, como uma referência da rádio em Portugal, com uma informação credível e isenta, a par de uma programação caraterizada pelo humor, boa disposição e de proximidade.

Um posicionamento traduzido agora numa campanha que destaca a necessidade de uma informação de confiança, a par de momentos de descontração: são as recomendações da Renascença em tempos de Covi-19:

· Manter o distanciamento pessoal de fontes não credíveis

· Ouvir a Renascença várias vezes ao dia, pelo menos durante 20 minutos

· Visitar o site e as redes socias da Renascença para esticar as pernas e a mente

· Mexer os músculos da cara, rindo-se com as Três da Manhã

· Limpar a cabeça ouvindo uma boa música ou até lendo um bom livro

. Fique em Casa. Fique com a Renascença

Esta é uma campanha multiplataforma com presença na rádio e no digital (site, redes, youtube). 

Tal como ao longo da sua história, a Renascença volta a evidenciar a relevância, credibilidade e força nos momentos em que os Portugueses mais precisam.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , ,

FPF, Fernando Santos e Canal 11 juntam-se ao Grupo Renascença Multimédia com “Uma bandeira por Todos”

Imagem final ação BandeiraA Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Santos e Canal 11 associam-se à iniciativa do Grupo Renascença Multimédia na campanha “Uma Bandeira Por Todos”, que arranca em força esta 2ª feira e que pretende criar uma onda solidária e de apoio por todo o país.

A iniciativa do Grupo Renascença juntou a RENASCENÇA, RFM e MEGA HITS e tem agora a parceria do Canal 11, plataforma de conteúdos da Federação Portuguesa de Futebol.A campanha consiste em desafiar os portugueses a colocarem uma bandeira à janela das suas casas, num movimento de grande unidade e identidade nacional.  A mensagem é clara: transmitir uma mensagem de força, esperança, confiança e, sobretudo, gratidão a todos aqueles que têm dedicado horas e esforços nestes momentos difíceis.

“Uma Bandeira Por Todos” é uma manifestação de apoio e respeito por todos os profissionais de saúde, mas também funcionários dos transportes, redes de abastecimento, órgãos de soberania, forças de segurança e meios de comunicação social.

Agora passa também a haver uma bandeira nas janelas e varandas das casas portuguesas para acompanhar as palmas e o hino nacional na hora de expressarmos o agradecimento e orgulho pelo povo e país que somos.

O selecionador nacional Fernando Santos foi dos primeiros a passar essa mensagem, esta segunda-feira de manhã em direto na RENASCENÇA, RFM e MEGA HITS. Para o Selecionador Nacional: “Acedi a esta iniciativa do Grupo Renascença Multimédia, que conta com o apoio da FPF, porque neste momento é fundamental estarmos unidos, juntos como uma equipa.

É uma questão de solidariedade, não é uma questão individual, embora também comece por ser uma questão individual. Cada um de nós resguardando-se, resguarda os outros e os outros resguardando-se também nos resguardam a nós. Temos de ser uma equipa. O importante é ganharmos a vida” .

O seu testemunho, como o de outros, será também divulgado no Canal 11.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

RENASCENÇA É MARCA DE CONFIANÇA DOS PORTUGUESES PELO QUARTO ANO CONSECUTIVO

A RENASCENÇA acaba de ser eleita MARCA DE CONFIANÇA 2020, uma distinção das Seleções do Reader’s Digest, pelo quarto ano consecutivo.

Através de um inquérito enviado aos seus assinantes, as Seleções do Reader’s Digest concluem que a Renascença é a rádio em que os Portugueses mais confiam.

A celebrar 20 anos de existência, o estudo avalia 60 categorias e a Renascença distinguiu-se na categoria Estações de Rádio.

O selo “Marcas de Confiança” das Seleções do Reader’s Digest conquistou ao longo destes anos um lugar de destaque no nosso país, sendo utilizado pelas marcas vencedoras como um símbolo de reconhecimento e qualidade.

Para Pedro Leal, Diretor-Geral de Produção da Renascença,  “num momento em que se aprofunda a disseminação de informações falsas e que se coloca em causa as agendas de alguns órgãos de comunicação social,  esta distinção é o reconhecimento do esforço que os profissionais da Renascença, nas suas diversas áreas e plataformas, cumprem todos os dias no respeito pela verdade e com o objetivo de  apresentarem a melhor informação e entretenimento à sua audiência”.

A Renascença agradece a todos os Portugueses pela Confiança!


Nota: Este questionário foi dirigido a 12.000 assinantes das Seleções do Reader’s Digest, sendo que 60% são adultos ativos com idades compreendidas entre os 30 e os 50 anos. A amostra é representativa dos portugueses, nas variáveis de género e idade. Este questionário tem uma taxa de resposta de 8,1%, e uma margem de erro de 2,9%. As questões são de resposta aberta e imediata e não existe qualquer tipo de inscrição, pelo que as marcas apenas figuram no estudo se foram escolhidas pelos inquiridos.

Com as etiquetas , , , , , ,

RFM É A MARCA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL COM MELHOR INDICE DE REPUTAÇÃO

Estudo anual Global RepScore Pulse destaca a RFM pela 4ªvez

reputation_press

A RFM é, de novo, a marca de meios de comunicação social com maior reputação em Portugal.

Esta é a conclusão do estudo anual Global RepScore Pulse, realizado pela OnStrategy em parceria com a Corporate Excellence Foundation.

Um excelente resultado obtido, pela 4ª vez, pela RFM que confirma o trabalho desenvolvido pela equipa da rádio das Grandes Músicas e a sua forte ligação aos ouvintes. É, por isso, que a RFM agradece esta distinção, em primeiro lugar, aos seus ouvintes.

Outra das conclusões deste estudo é que os portugueses valorizam cada vez mais as marcas nacionais. Se há um ano apenas 2 marcas nacionais figuravam nos níveis de excelência, Delta e Vista Alegre, a edição 2019, deste estudo de posicionamento e reputação de marcas, vê a Seleção Nacional de Futebol, Mimosa e Luso entrarem no patamar mais elevado do Global RepScore Pulse.

Para além da RFM, que lidera o setor da Comunicação Social, o estudo revela, ainda, as marcas com os níveis de reputação mais elevados nas diversas áreas: WhatsApp (Tecnologia), Vista Alegre (Bens Industriais), Seleção Nacional de Futebol (Desporto), Michelin (Automóvel), Ikea (Retalho Geral), Fundação Champalimaud (Saúde e Bem-Estar), L’Oréal (Bens de Grande Consumo), McDonald’s (Retalho Alimentar), Pestana (Turismo e Lazer), Galp (Energia), Via Verde (Mobilidade), VISA (Cartões de Crédito), Lego (Brinquedos), Novartis (Farmacêutico), Fidelidade (Seguros),Vodafone (Telecomunicações), Deloitte (Consultoria, Auditoria e Serviços Legais), Santa Casa (Apostas Desportivas), Santander Totta (Banca), Levi’s (Retalho Têxtil), Rolex (Bens de Luxo), TAP (Aviação), CTT (Serviços Logísticos), Vieira de Almeida (Serviços Legais e Advocacia) e, por fim, Teixeira Duarte (Construção e Engenharia) são, em 2019, líderes de reputação nas suas respetivas áreas em Portugal.

Em parceria com o CORPORATE EXCELLENCE FOUNDATION, a OnStrategy assina o Global RepScore Pulse, que avalia, desde 2009, o posicionamento e os níveis emocional e racional de reputação associados a mais de 500 marcas em Portugal. Elaborado tendo por base um trabalho de campo que decorre durante as 52 semanas do ano, o estudo é representativo da sociedade portuguesa no que respeita à distribuição geográfica, género, idade e grau de formação.

Esta metodologia assenta numa abordagem qualitativa no que se refere ao Posicionamento da Marca, identificando e explorando todos os valores e atributos referidos espontaneamente, e uma abordagem quantitativa para a Reputação de Marca, indicando e explorando de uma forma induzida a notoriedade, a reputação emocional (admiração, confiança, preferência, recomendação), a reputação racional (produtos e serviços, inovação e diferenciação, ambiente de trabalho e bem estar, cidadania e responsabilidade social, performance de negócio e financeira, governo e ética, liderança e visão) e os comportamentos consequentes à reputação.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , ,

Renascença é a rádio em que os Portugueses mais confiam

RR marca confiança.jpg

A renascença é Marca de Confiança 2018. É a rádio em que os Portugueses mais confiam, de acordo com as Seleções do Reader’s Digest, através de um inquérito enviado aos seus assinantes.

O selo marca de confiança foi o primeiro do género realizado em Portugal e tem conquistado, nos últimos 18 anos, um lugar de destaque com marcas vencedoras a usarem o selo como símbolo de reconhecimento e qualidade.

O estudo tem por base um conjunto de indicadores que determinam que uma Marca de Confiança “é uma marca fiável, eficaz, com uma justa relação de valor, que transmite segurança e está nas preferências do consumidor, sendo-lhe familiar”, como refere Maria do Carmo Diniz, responsável, pelo estudo Marcas de Confiança.

As questões enviadas aos leitores ( mais de 12 mil assinantes) são de resposta aberta e imediata e não existe qualquer tipo de inscrição, pelo que as marcas apenas figuram no estudo se forem referidas pelos participantes do mesmo.

É requerida a valorização de 3 atributos numa escala de 1 a 5 – Qualidade, Relação Custo/benefício e Perceção das necessidades do cliente. Em todos os atributos a renascença alcançou um resultado acima de 4, o que a coloca num patamar de excelência para os consumidores.

Para Pedro Leal, Diretor-Geral de Produção da Renascença: “Esta distinção é muito especial para todo o canal. Não distingue um programa, uma reportagem, uma notícia, distingue o que é mais permanente: o trabalho continuado e consistente de toda a equipa, no respeito pela verdade e pela proximidade com quem connosco contacta, na rádio e no digital”.

O estudo foi realizado entre  18 de setembro e 30 de Novembro de 2017. A margem de erro é de 2,9% e a amostra é ponderada nas variáveis género e idade de acordo com o último census.

Com as etiquetas , , , , , , , , , ,
%d blogueiros gostam disto: