Tag Archives: ciberjornalismo

Renascença conquista pela 5ª vez o prémio de Excelência em Ciberjornalismo

Imagem Site Renascença

A Renascença venceu, pela quinta vez, a principal categoria dos prémios de ciberjornalismo do Observatório de Ciberjornalismo (ObCiber) da Universidade do Porto.

O prémio de Excelência em Ciberjornalismo foi atribuído ao site da Renascença. Esta categoria procura premiar os sites que cumpram as suas funções editoriais, sirvam efetivamente a sua audiência, maximizem a exploração das caraterísticas da Web e representem os mais elevados standards jornalísticos.

No total, o site da Renascença conquistou três prémios na edição deste ano.

Além da Excelência em Ciberjornalismo, venceu em “Videojornalismo”. O júri elegeu a reportagem “O extraordinário mundo de Irina”, um trabalho dos jornalistas Pedro Mesquita e Marília Freitas, com grafismo de Rodrigo Machado.

Na mesma categoria, o público preferiu outra reportagem da Renascença, “Vida de Faroleiro”, dos jornalistas Raul Santos e Teresa Abecasis, com pós-produção de Ricardo Fortunato.

O site da Renascença arrecadou também o prémio para “Última Hora”, com o acompanhamento dos ataques contra o jornal francês “Charlie Hebdo”. O júri avaliou todos os conteúdos produzidos  – texto e multimédia – até 48 horas depois do ataque.

De  acordo com Pedro Leal, Diretor Adjunto de Informação e Responsável pela Área Multimédia do canal, “os prémios destacam o esforço da redacção em ter uma agenda própria nas várias plataformas onde está presente”.

Numa iniciativa do Observatório do Jornalismo, que acontece desde 2008, os Prémios ObCiber visam reconhecer o que de melhor é produzido em Portugal na área do Ciberjornalismo e contam com um júri diversificado de docentes universitários, especializados na área, vindos de todo o país e estrangeiro.

Com as etiquetas , , , , , , , ,

Renascença ganha prémio Excelência Geral em Ciberjornalismo pelo 3º ano consecutivo

renascenca9675635c_400x225A Renascença venceu, pelo terceiro ano consecutivo, a principal categoria dos prémios de ciberjornalismo atribuídos pelo Observatório de Ciberjornalismo (Obciber) da Universidade do Porto.

O galardão de Excelência Geral em Ciberjornalismo foi atribuído ao site da Renascença, numa categoria em que estavam ainda nomeados os sites do jornal Público e do Jornal de Notícias. Na votação online que decorreu antes de o júri anunciar a sua decisão, na última sexta-feira, a Renascença também reuniu a maioria dos votos do público.

Esta categoria premeia um site que cumpra com sucesso as suas funções editoriais, sirva efectivamente a sua audiência, maximize a exploração das características da Web e represente os mais elevados standards jornalísticos. O site foi avaliado na excelência do conteúdo, interactividade, características multimédia, design, usabilidade e ferramentas de comunidade.

O site da Renascença é o site de rádio em Portugal com mais visitas (2,8 milhões) e páginas vistas (10 milhões) (Netscope Out’ 12)

Os prémios de ciberjornalismo visam reconhecer o que de melhor é produzido em Portugal na área do ciberjornalismo.

Com as etiquetas , , , ,

Renascença V+ assinala 1º aniversário. O testemunho do mundo em imagens

Aniversário Renascença V+: Um ano do mundo em imagens

Foi há um ano que uma nova janela se abriu no site da Renascença. A 26 de Setembro nasceu a Renascença V+, um projecto multiplataforma permite o acesso a novos conteúdos, a mais informação, mais entretenimento, mais desporto, com uma linguagem verdadeiramente multimédia.

Em 12 meses, muita coisa mudou. A cada pessoa que começava a ver as reportagens e os noticiários, juntavam-se mais sete.

Todos os dias, os conteúdos da “Renascença V+” e da Informação são destacados no portal SAPO e o “V+ Informação” chega a dezenas de milhares de pessoas, não só através do site como das aplicações móveis para iPhone, iPad e Android.

Em apenas um ano, foram oferecidos ao público mais de 2000 vídeos, num esforço reconhecido por diversas vezes, pelos prémios atribuídos (Prémio Nacional Multimédia na categoria “Media e Comunicação” da ANMP, Prémio de Excelência Geral em Ciberjornalismo e na categoria de reportagem multimédia, pelo Observatório de Ciberjornalismo da Universidade do Porto) e pelo facto de alguns trabalhos da Renascença V+ serem replicados nos canais de televisão.

A Renascença V+, além de estender os conteúdos tratados pela Renascença ao campo do audiovisual, tem formatos próprios e uma programação variada:

  • V+ Informação, um noticiário diário, a partir da redacção da      Renascença, que apresenta em poucos minutos o essencial da informação do      dia, com edição de Dina Soares e Maria João Cunha;
  • 48K, um programa semanal sobre novas tecnologias, editado      e apresentado pelos jornalistas Cristina Nascimento e Ricardo Conceição;
  • Marca d’Água, um espaço de reflexão de cerca de 1 minuto, resultado      de um olhar que vê a realidade e a comenta, da autoria do Cónego João      Aguiar Campos, Presidente do Grupo r/com – renascença comunicação      multimédia, com realização de Ricardo Fortunato.

Além destes espaços a Renascença V+ conta com reportagens próprias, espaços de opinião, entrevistas exclusivas, conteúdos de religião, tecnologia, diversão e entretenimento.

Veja ou reveja as reportagens e programas deste ano que esta quarta-feira se completa e clique todos os dias, para não perder as novidades. As suas sugestões e o seu feedback são bem-vindos no site ou através do endereço vmais@rr.pt

Com as etiquetas , , , ,
%d bloggers like this: