Tag Archives: 25

MEGA HITS À PROCURA DO MAIOR FÃ DE SHAWN MENDES – Passatempo arranca hoje e vai oferecer ao maior fã uma Guitarra autografada pelo cantor.

Shawn MendesA MEGA HITS está à procura do maior fã de Shawn Mendes. E quando o encontrar vai oferecer-lhe uma guitarra acústica autografada pelo próprio Shawn Mendes.

A partir de hoje, dia 14 de maio, os ouvintes só têm de passar pelo site da MEGA HITS, preencher o formulário e provar que são mesmo os maiores fãs do músico canadiano, deixando uma frase criativa.

O passatempo surge a propósito do novo álbum de Shawn Mendes que sai no dia 25 deste mês e os ouvintes podem participar até 23 de Maio.

A MEGA HITS é a rádio oficial do MEO Sudoeste, o mítico festival de verão, onde Shawn Mendes atuará este ano a 11 de Agosto, no palco MEO.

Shawn Mendes aprendeu a tocar guitarra a ver a vídeos no Youtube. Quem sabe se a guitarra de Shawn Mendes, oferecida pela MEGA HITS, não tem um futuro brilhante à espera de quem a agarrar?

Mais informações sobre o passatempo em www.megahits.sapo.pt

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

“O Meu FADO” da Rádio SIM à procura de novos estilos e novos fadistas – Vem aí a 3ª edição!

topo_o-meu-fado

A Rádio SIM procura novos talentos do Fado em 2018.

Depois do sucesso das edições anteriores a Rádio SIM volta a dar a oportunidade de uma vida aos talentos deste género musical.

Mais uma vez numa parceria com o Museu do Fado a Rádio SIM está à procura de novos intérpretes, novos estilos e autores que saibam cantar e tenham ou escrevam um poema original.

Até ao dia 07 de Maio os interessados devem inscrever-se no site da Rádio SIM (ou por carta*) e enviar uma gravação de um fado tradicional, mas com uma letra original para concorrer aos prémios de melhor intérprete e melhor poema.

A partir de dia 14 de Março, todas as quartas-feiras, os candidatos selecionados sobem ao palco do Museu do Fado, em Lisboa, no programa “O MEU FADO”, com apresentação de José da Câmara e transmitido em direto na Rádio SIM, sempre entre as 17h e as 18h.

A Rádio SIM vai selecionar 40 participantes que serão avaliados pelas suas capacidades de interpretação e estilo e também pelas letras dos fados, que terão de ser originais.

Destes programas sairão 4 finalistas que vão atuar na grande final, dia 25 de Maio.

Na grande final, o vencedor conquistará um prémio de 1000€ oferecido pela SPA, um troféu Rádio SIM/Museu do Fado, a possibilidade de gravar um disco com a Universal Music Portugal e o fado vencedor passará a integrar a programação musical da Rádio SIM. Os 2º, 3º e 4º lugares receberão um prémio no valor de 250€ e o autor do melhor poema original, conquistará um prémio de 500€, também oferecido pela SPA.

Ao todo são 2250€ oferecidos pela Sociedade Portuguesa de Aurores.

Dina Isabel, diretora de programas da Rádio SIM afirma a propósito de mais esta edição de O Meu Fado “A rádio também tem a obrigação de apoiar novos talentos. Já o fizemos nas edições anteriores e acreditamos que esta terceira edição também revelará novas vozes que enriquecerão a música portuguesa. A Rádio SIM tem um enorme respeito pelo fado que continua a ser parte importante da música que tocamos todos os dias. Aguardamos com expectativa as novas inscrições”.

O Meu Fado é uma iniciativa da Rádio SIM, em parceria com o Museu do Fado e com o apoio da Sociedade Portuguesa de Autores e da Universal Music Portugal.

Todas as informações e regulamento podem ser encontradas em radiosim.sapo.pt

 

 

 

 

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Calzedonia e RFM: Natal a Meias

Natal a Meias imagem

A marca italiana de legwear Calzedonia juntamente com a RFM apresentam a campanha “Natal a Meias”, um projeto que visa apoiar o trabalho da instituição sem fins lucrativos Comunidade Vida e Paz.

A marca produziu 120 mil pares de meias exclusivamente para este projeto, pelo que estarão disponíveis quatro produtos: um para mulher, um para homem, um para menina e outro para menino. As meias da edição especial Natal são pretas, de algodão quente, ideal para os dias frios de inverno. Contam também com um coração em glitter vermelho (para elas) e bolas vermelhas (para eles), dando um toque mais fashion a esta coleção.

A campanha “Natal a Meias” decorre entre os dias 23 de outubro e 25 de dezembro em todas as lojas Calzedonia do país.

O valor unitário é de 5€ por cada par de meias, sendo que 2,50€ (metade do valor) reverterá para a Comunidade Vida e Paz.

A Calzedonia e a RFM propõem-se a vender assim 120.000 pares de meias, esperando contribuir com cerca de 300 mil euros que ajudarão a financiar três grandes projetos da instituição:

  1. Assegurar condições do Centro de Tomada – Comunidade Terapêutica e Comunidade de Inserção: O Centro de Tomada é o primeiro local para onde vão as pessoas com necessidades especiais acolhidas pela comunidade e que precisa, consequentemente, de aparelhos, reparações e mobiliário. A Calzedonia pretende contribuir com 150 mil euros
  2. Quinta do Espírito Santo: Para que seja possível a todas as pessoas uma reinserção na vida ativa e em sociedade, a Comunidade Vida e Paz foca-se em transmitir-lhes as aptidões necessárias, quer a nível técnico quer a nível social. A Quinta do Espírito Santo é o local onde as pessoas que fazem parte deste projeto recebem o conhecimento para a empregabilidade. A Calzedonia pretende contribuir com 31 mil euros para o seu restauro e melhoria de condições.
  3. Agricultura Biológica: O projeto de agricultura biológica tem como missão dotar as pessoas acolhidas pela associação de ferramentas, dando-lhes a possibilidade de criar um modelo de negócio autossustentável para consumo próprio e externo. Por acreditar que este passo pode ser uma mudança significativa, a Calzedonia pretende contribuir com 80 mil euros.

Sobre a Comunidade Vida e Paz:

A Comunidade Vida e Paz é uma associação sem fins lucrativos que tem como missão ir ao encontro e acolher pessoas em condição de sem-abrigo, ou em situação de vulnerabilidade social, ajudando-as a recuperar a sua dignidade e a (re)construir o seu projeto de vida, através de uma ação integrada de prevenção, reabilitação e reinserção.

Porque as coisas boas são melhores quando as fazemos “a meias” e o Natal é uma delas.

 

 

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d bloggers like this: